Nosso telefone mudou! Fale conosco pelos números (54) 3698.7000 ou (51) 3181.0289 X

CSS Light Web Gallery

Blog

Movimento Verdades Sustentáveis

Imagine que não exista o plástico, e que nunca tenha existido. Seria o paraíso, não? Bem, pense duas vezes.

Agora, vamos imaginar que a taxa de consumo continue a mesma. Isso significa gerar toneladas e toneladas de resíduos orgânicos a cada dia. Milhões de embalagens de papel utilizadas uma só vez.

Se tudo fosse de vidro, você consegue imaginar quão rápido acabariam nossos minerais? As manchetes dos jornais falariam o tempo todo do desmatamento descontrolado, dos 2 mil litros de água que são necessários para fabricar apenas 500 folhas de papel. E os perigos para a extração de minerais escassos.

E de repente...

alguém descobre um material que reduz 80% o consumo de água...
e reduz o uso de energia renovável em quase 70%...
e que gera trêz vezes menos gases causadores do efeito estufa...

Um material maleável, resistente, e que evitaria que continuássemos destruindo milhares de hectares de florestas e matas, e todos os animais que vivem nele. Imagina quantas pessoas preocupadas com o meio ambiente não iam preferir esse material?

Por outro lado, as sacolas de papel e as embalagens de papelão seriam mal vistas, porque significam a morte de nossas florestas.

Abra os olhos, não temos que imaginar tudo isso. Este material existe e se chama plástico.

Porém está sendo tratado como um inimigo pelos que buscam a saída mais fácil para solucionar os problemas que este material ocasiona quando termina nos oceanos, nos rios... Porém, estas mesmas pessoas não estão conscientes que o plástico não é o problema.

O problema é que nossa sociedade descarta, e de qualquer jeito, o plástico em vez de reutilizá-lo e reciclá-lo, pois ele foi criado para isso.

Por isso, a campanha que busca proibir o uso do plástico faz com que nos esqueçamos dos inúmeros benefícios que ele possui. Os plásticos, por exemplo, são muito mais baratos porque necessitam de menoos recursos para fabricá-los. Sem esquecer que o processo para reutilizá-lo é muito mais eficiente.

Se o que queremos é salvar o meio ambiente, necessitamos mudar o foco, e passar da repressão para eficiência no uso de nossos recursos.

Não é possível que, por querer salvar o planeta, terminemos destruindo ainda mais por não querer reciclar um material com o qual se pode construir casas, móveis, roupas, acessórios, estradas e mil coisas... que melhoram nossa qualidade de vida e protegem o meio ambiente.

Proibir não é a solução, reutilizar e reciclar sim.

Assista o vídeo na íntegra:

Fonte: Verdades Sustentáveis